Transição capilar, muito mais que cabelo – Minha experiência

Transição Capilar. Se tem um assunto que está em “alta” ultimamente, é esse. Como cada vez mais mulheres se aceitando do jeitinho que são, não é surpresa que esse assunto seja bastante discutido.

Depois de uma época (ainda atual, na verdade), em que apenas mulheres de cabelo liso eram bonitas, e o cabelo enrolado era considerado “feio”, voltar a ter seus cachos na atualidade é sinal de bravura, garra e orgulho. Orgulho não apenas próprio, mas de/por muitos que estão nessa batalha diária com os padrões impostos.

No post de hoje eu vou contar para vocês, (com direito algumas fotinhos minhas), um pouquinho do que eu já passei com o meu cabelo e dar algumas diquinhas para quem está passando pela transição agora.

Minha experiência:

Comecei minha transição capilar em 2015 e digamos que ainda estou nela até hoje. Fiz progressiva por cerca de 6 anos. Minha mãe começou a alisar o meu cabelo mais ou menos quando eu tinha 10 anos, não a culpo por isso, pois sei que na época eu dava muito trabalho em relação a arrumar, pentear e etc o cabelo. Porém, certa vez eu fui retocar a progressiva e usaram um produto forte demais, conclusão: meu cabelo quebrou todinho. Então, quando eu fui crescendo e percebi que todo o sacrifício de alisar o cabelo regularmente quando a raiz estava crescendo, decidi que estava na hora de parar. Eu não aguentava mais passar horas no salão fazendo algo que não fazia bem para mim nem para o meu cabelo.

 

Como o meu cabelo era antes de qualquer química
Como meu cabelo era

Então, decidi que iria parar de alisar, mesmo com minha mãe às vezes dizendo que eu não estava fazendo a coisa certa. No entanto, não consegui ficar com a raiz muito diferente do lisão do resto do cabelo. Então, comecei a fazer um procedimento (sem química) para diminuir o volume, enquanto cortava todo o resto do liso da progressiva do cabelo, que foi o que o meu cabeleireiro achou que era o melhor a se fazer no momento. E eu concordo plenamente com ele, pois a parte do meu cabelo que tinha química estava muito danificada.

 

(Na foto do meio vocês conseguem ver bastante a diferença entre a parte danificada do cabelo e a parte que já tinha crescido. Na última vocês podem ver como as pontinhas estavam bem ressecadas).

Me lembro até hoje quando fui pela última vez cortar o cabelo, para tirar a parte lisa dele. Foi uma sensação indescritível, uma das melhores que já senti em toda a minha vida. Senti uma vontade imensa de chorar logo depois que cortei (ainda no salão) e as pontinhas começaram a enrolar, porém, fiz a plena e me controlei haha.

Mas, como disse antes, tinha começado a fazer aquele procedimento para diminuir o volume e quando vi, estava passando pela minha 2ª transição capilar. Óbvio, nem se comparava com a outra, pois não eram texturas muuuuito diferentes, mas tinham partes do meu cabelo que não enrolavam muito bem. Mas dessa vez, era algo que apenas o tempo poderia me ajudar.

Valeu a pena?

Posso dizer, com toda a certeza, que essa foi a melhor escolha que eu já fiz em toda a minha vida. A transição capilar pra mim não foi apenas redescobrir o meu cabelo, mas também me redescobrir. A transição capilar pra mim foi uma transição na minha vida, em geral. Descobri que o cabelo enrolado pertencia a mim, sim. Descobri que eu amava o meu cabelo daquela forma. Descobri que meu cabelo sempre foi bonito, porém eu não conseguia me aceitar.

Quando eu fiz escova pela primeira vez depois da transição (para a minha formatura do colégio), eu não me senti eu mesma. Minha vontade era de correr para debaixo do chuveiro e deixar o meu cabelo beeeeem enroladinho de novo.

Se você está passando pela transição capilar, segue aqui algumas dicas valiosas:

Tente abolir qualquer tipo de procedimento que possa danificar o seu cabelo, como chapinha, secador e etc. Te garanto que no final, quando você ver o seu cabelinho todo definido, será muito mais fácil e feliz.

Procure um especialistas em cabelos ondulado e enrolados. Se não tiver na sua cidade, assim como na minha não tem, converse com profissional que cuida do seu cabelo para ver a opinião dele sobre o melhor tipo de corte para definir os seus cachos, produtos e etc.

Não desista! Se você entrou nessa, foi porque algum dia já sentiu vontade de voltar a ver o seu cabelinho ondulado ou enrolado novamente. Segue firme e aproveita todos os momentos e sentimentos que a transição pode te oferecer. Quando você chegar ao final, vai perceber que foi mais fácil do que você imaginava.

Durante a transição recebi muuuitos cometários falando que o meu cabelo estava sempre bagunçado, ou de pessoas que mandavam eu penteá-lo. Não dê ouvidos a esse tipo de cometário, eles não sabem pelo que você está passando!

Lembrando que com esse post estou apenas compartilhando a minha experiência. Não acho que a transição capilar seja obrigatória, caso você alise o cabelo. Faça o que te faz feliz e o que faz você se sentir bem consigo mesma. Eu espero que vocês tenham gostado e me desculpem pelo post estar tão grande! Se você já passou pela transição, deixa aqui embaixo um comentário contando a sua experiência, eu vou adorar saber! 🙂

ps: todas essas fotinhos estão lá no meu instagram.

YOU ARE MORE THAN BEAUTIFUL.

Anúncios

27 comentários sobre “Transição capilar, muito mais que cabelo – Minha experiência

  1. Parabéns linda!! Pela coragem e pela extrema paciência!! Coisa que estou tentando fazer a teeeeeeeempos! Eu não consigo deixar minha raiz em paz, pois realmente o enrolado fica mt diferente do liso :/ parabéns seu cabelo é lindo enrolado!!

    Curtir

  2. Menina também passei pela transição em 2015 parei de usar progressiva em 2014 e no fim do ano seguinte fiz o bc, na hora tudo lindo, depois o sentimento de angústia e de não gostar do cabelo curto, mas hj to livre dos alisamentos e me sinto muito bem, apesar que as vezes sinto falta vou lá e faço uma cahapinha haha.
    Boa sorte na transição.
    Bjos

    Curtir

  3. Me emocionei tanto com o seu post e com a sua história.
    Seu cabelo ficou simplesmente MARAVILHOSO após a transição e realmente fez valer todo o sufoco. Amo cachinhos demais, mas não consigo me adaptar aos meus. Não sei se me imagino passando pela transição em um futuro breve.

    Curtir

    1. Ownnn obrigada!! Olha, antes de eu começar a transição eu não me imaginava de cabelo enrolado, de jeito nenhum. Mas foi algo que foi acontecendo tão naturalmente que quando eu vi meu cabelo já estava assim e e eu não consegui mais me ver sem ele haha
      Beijoooo! ❤

      Curtir

  4. Nossa, é uma das piores e melhores fases da vida essa da transição.
    O engraçado é que a maioria começa com a quebra, eu mesma só comecei por causa disso.
    Desde sempre tive o cabelo liso, e ai, quando troquei de cabeleireiro, deu corte químico e ai aproveitei para voltar ao natural, comecei com relaxamento e depois permanente até abandonar tudo de vez e deixar ele natureba mesmo.
    O pior são as diferenças de cor e textura do cabelo natural para o alisado né?!
    Não me arrependo até hoje da decisão de voltar, ou melhor, de ser eu mesma.

    Curtir

  5. ah eu amo esses post sobre transição capilar, já li varios sobre e confesso que super amo cada resultado que postam! arrasou no post eu sempre me interessei muito sobre esse assunto depois que li sobre a primeira vez! sucesso!! bjsss

    Curtir

  6. Amei ler sobre a sua transição. Também passei pela minha e confesso que não foi nada fácil, o cabelo super demorava a crescer, parecia que os cachos nunca iriam voltar, e aí depois de mais ou menos, 1 ano e meio, eles ficaram lindos e estão aqui lindíssimos. Com certeza também foi a minha melhor escolha, ME SINTO LIVRE!

    Curtir

  7. Lendo esse tipo de post que eu me inspiro a largar de vez a chapinha! Quero muito assumir meus cachos mas como uso muito secador e chapinha, quando ele esta natural, fica mega feio. Atualmente estou sem quimica mas uso uns produtos para alisar, o Alisena e acho que vou para e aceitar meu cachinhos. Imagino que não seja fácil mas que vale a pena. Amei ler sua experiencia, serio!
    Beijos.

    Curtir

  8. Olha eu sei que o assunto é transição capilar, mas achei você tão fofinha. Ai, adoro ver essas fotos de criança.rsrs Muito lindinha! Achei você linda com cabelo alisado ou natural. Sei que hoje em dia a transição está em alta, mas eu sinceramente acho que a gente deve ter o cabelo que queremos, sem essa de seguir padrão.Lisa, ondulada, crespa ou cacheada o importante é ser feliz.
    Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  9. Posso te dizer com todas as letras que senti a mesma coisa que você. Eu recentemente raspei meu cabelo pra poder pintar de rosa, e agora to deixando ele crescer novamente. Nesse período que eu tava com cabelo rosa, senti saudade diversas vezes dos meus cachos, coisa que nunca havia sentido na época que alisei. É incrível como é legal amar o próprio cabelo! Parece que você se conhece mais, né? Adorei sua história com seus cachos! Arrasou!

    Curtir

  10. Olá!
    Eu também morria de medo de assumir os meus cachos. As pessoas na minha escola eram muito ruins e, muitas vezes, me zoavam por causa de um penteado diferente. Quando eu resolvi assumir meu cabelo cacheado foi porque eu não aguentava mais pagar progressiva hahaha. Hoje eu amo meus cachos ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s